CORAÇÕES FERIDOS – LOUISA REID

Editora: Novo Conceito
Páginas: 255
Ano de Lançamento: 2013
Título Original: Black Heart Blue

Hephzibah e Rebecca eram irmãs gêmeas, mas havia uma diferença entre elas: a primeira era linda, popular, extrovertida; já a segunda tinha uma síndrome que deformava seu rosto, fazendo com que ela fosse mais quieta e sempre estivesse à sombra da irmã.

Eis que um dia acontece uma tragédia e Hephzibah morre. E como ela morreu é um segredo de família, que Rebecca não quer revelar a ninguém.

Os pais das garotas são fanáticos religiosos, super conservadores (demais mesmo!) que se fazem de bonzinhos para a comunidade, mas que em casa oprimem as filhas de todas as formas, principalmente Rebecca. A garota sempre sonhara em escapar, em fugir de lá, e depois da morte da irmã esse pensamento ficou cada vez mais forte.

“Meus pais tinham sua definição particular do que era o bem e o mal. Na Igreja, nosso Pai é um homem de Deus: na cidade, ele é um modelo de virtude; e, na casa paroquial, eu era o mal, porque fora marcada. Foi o que me disseram assim que eu tive idade suficiente para entender.”

– Rebecca

Esse livro é um verdadeiro tapa na cara da sociedade. Vai tratar de temas polêmicos como bullying, futilidade, abuso e fanatismo, por exemplo. É o tipo de leitura que todo mundo deveria fazer para abrir os olhos, para não julgarem nada sem antes conhecer a verdadeira estória.

Rebecca virou uma das minhas personagens favoritas. Mesmo com toda a dificuldade que ela tem em se encaixar na sociedade por causa dos olhares tortos dos seus colegas da escola e de toda a opressão vivida em casa, ela era forte, decidida, com a cabeça no lugar. A força de vontade dela de ter uma vida melhor é admirável.

Essa leitura faz despertar os mais diversos sentimentos, desde raiva e indignação (muita!), até encantamento. É um livro forte, em que você deve estar preparado para tudo, tudo mesmo!

narrativa do livro é simples, apesar de se tratar de temas fortes, e os capítulos são intercalados entre as duas irmãs, o antes, na época em que a Hephzibah estava viva, e o depois, contando o agora no ponto de vista da Rebecca.

Foi um dos melhores livros que já li na vida e recomendo demais para todo mundo! Se você quer um ler algo com uma estória diferente, original e que vai te fazer refletir sobre diversas coisas da vida, eu digo: go forward!

“Eu queria ser uma versão melhor de mim, uma com todas as feridas cicatrizadas. Mas isso não acontece na vida real. Na vida real não há ressurreição, ainda que você a deseje todas as noites.”

– Rebecca


Beijos e espero que gostem da leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *