EXTRAORDINÁRIO – R. J. PALACIO

Editora: Intrínseca
Páginas: 318
Ano de Lançamento: 2013
Classificação: 5/5

 

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Extraordinário foi um dos livros mais tocantes que já li. Toda a estória de superação do Auggie é muito comovente e nos faz refletir sobre todas as vezes em que reclamamos por coisas tão pequenas, quando há pessoas com problemas tão mais sérios e não reclamam, buscando ser felizes mesmo com isso.

Se víssemos um menino com o rosto deformado na rua, com certeza o nosso primeiro impulso seria olhar para ele, não é? É isso o que acontece com Auggie, um menino que foi “sorteado” na loteria genética e acabou nascendo com uma síndrome raríssima que deformou seu rosto. Só que com o tempo, o menino meio que se acostumou com todos os olhares de aversão que lançavam para ele. Mesmo com 10 anos, ele já mostrava uma maturidade impressionante para lidar com esse tipo de situação.

Até que um dia seus pais decidem que era hora de o garoto ir para a escola – ele sempre foi ensinado em casa pela a mãe. Isso assusta muito o Auggie, com medo do que os meninos da sua idade iriam agir diante dele. E é a partir daí que a estória se desenrola.

A narração do livro é alternada entre o Auggie, a Via (irmã) e alguns colegas da escola que ele passa a frequentar. Isso foi uma coisa muito legal que a autora nos proporcionou, essa chance de podermos ver diferentes pontos de vista a respeito do Auggie e da sua vivência na sociedade.

Extraordinário é um livro que mostra a superação de um garoto que, mesmo novo, já sofreu tanto por causa da síndrome que possui. Ele queria mostrar para todos que não tinha nenhuma deficiência, que era um garoto normal, mas com o rosto estranho. Ele tinha tudo para entrar em depressão, ser um menino triste, mas à medida que a leitura vai avançando, você só vai se apaixonando cada vez mais por esse garoto que nos mostra que dá para sermos felizes, não importa a maneira – basta nos aceitarmos do jeito que somos.

Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.” – Auggie.

Aliás, aceitação foi a palavra que o Guilherme Cepeda, do Burn Book, usou para descrever esse livro. E eu concordo em gênero, número e grau. Além de nos aceitarmos do jeito que somos, esse livro abre nossos olhospara aceitarmos o próximo do jeito que ele é, sem julgamento, sem discriminação.

Recomendo a leitura para TODAS AS IDADES. Até porque nós estamos vendo a sociedade ficando cada vez pior, as pessoas se maltratando, se discriminando, o bullying ficando cada vez mais frequente… Uma coisa muito triste de se ver. Eu terminei a leitura tão feliz por ter conhecido a estória do Auggie.. Com certeza, Extraordinário é uma lição de vida e tem muito a nos ensinar.

Beijos, beijos!

NÃO POSSO ME APAIXONAR – BELLA ANDRE

Editora: Novo Conceito
Páginas: 302
Classificação: 4/5

+18

Gabe Sullivan é um bombeiro de São Francisco que arrisca sua vida todos os dias. E sabe, por experiência própria, que não deve se envolver com as vítimas de incêndios. Megan Harris admite que deve tudo ao heroico bombeiro que entrou no prédio em chamas para salvar sua filha de sete anos. Ela lhe deve tudo, exceto seu coração, pois, após perder o marido, cinco anos antes, jurara nunca mais sofrer por amor e pela perda.

Contudo, quando Gabe e Megan se reencontram e as chamas incontroláveis do desejo se acendem, como ele poderia ignorar a coragem, a determinação e a beleza dela? E como ela poderia negar não apenas o forte vínculo de Gabe com sua filha, mas também a maneira como seus beijos carinhosamente sensuais a induziam a colocar em risco tudo o que manteve por tanto tempo?
A atração entre Gabe e Megan é irresistível, e se ambos não forem cuidadosos, correm o risco de se apaixonar.

Depois de não ter gostado da leitura de 50 Tons de Cinza (abandonei o livro), eu fiquei com medo de ler qualquer outro livro do gênero. Entretanto, resolvi dar uma segunda chance e posso dizer que me surpreendi e mudei meu conceito. Aqui, o sexo é consequência do amor que começa a crescer entre as personagens e não um coisa doentia como há em muitos livros eróticos por aí.

Gabe é o tipo de rapaz de família, que é apaixonado pelo o seu trabalho, apesar de correr risco de morte quase todos os dias. Megan é contadora, que também gosta do que faz, independente e cuja morte do marido fez endurecer seu coração, fazendo com que ela se dedicasse exclusivamente à filha.

Depois de salvar Megan e sua filha de um incêndio, Gabe passa a se sentir atraído por aquela mulher, sem saber porquê, e o mesmo acontece com ela. Apesar de eles não quererem se aproximar com medo de se apaixonarem, o destino faz eles se reencontrarem e a chama de um sentimento único aumenta entre eles, ficando cada vez mais difícil de negar o que estão sentindo.

Eu me encantei pelo o cuidado que Gabe tinha tanto com Megan quanto com Summer, filha desta. Ele fazia de tudo para agradá-las, fazê-las sorrir. Achei lindo. É impossível não se sentir atraída por um homem assim. Além do mais, ele fazia Megan se sentir única e especial, até nos momentos mais quentes.

Aliás, Summer é a coisa mais fofa de menina! Se um dia eu tiver uma filha, eu quero que seja que nem ela! Ela é um doce com a mãe, atenciosa e carinhosa. Linda! 🙂

Eu gostei muito desse livro, porque as coisas acontecem de uma forma bem natural e envolvente. Todas as personagens são bem simples, fazendo com que você se sinta próxima deles. Eu gostei bastante da escrita da autora, é fácil e fluente. Quando você menos espera, o livro termina.

Então, se você quer um livro erótico com uma bonita e natural estória de romance, esse livro (e acho que posso falar da série, também), é uma boa pedida. 😉

Esse é o terceiro livro da série dos Irmãos Sullivan. Eu o li sem saber disso e posso dizer que não fez diferença para mim. É uma série, mas você pode ler os livros fora de ordem, pelo o que eu percebi.

THE EDGE OF NEVER – J. A. REDMERSKI

Editora: CreateSpace
Páginas: 427
Versão Digital

Classificação: [rating: 5/5]

Depois de se ver totalmente descontente com tudo em relação à sua vida, Camrym Bennett decide fazer algo que sempre quis, mas que nunca teve coragem: viajar sem rumo pelo o país. Então, ela compra uma passagem de ônibus para um destino aleatório, pega uma bolsa com algumas coisas pessoais e toma seu rumo “sem lenço e sem documento”.

Dentro do ônibus, ela acaba conhecendo Andrew Parrish, um rapaz que vive a vida intensamente e que, por coincidência, estava indo na mesma direção que ela. Mesmo com alguma relutância por parte de Camrym, o intrigante e misterioso rapaz começa a tentar se aproximar.

Com as várias horas juntos dentro do ônibus e as semelhanças que existem entre eles, Andrew e Camrym iniciam uma nova amizade que acaba dando em uma roadtrip pelo o país.

Quando a viagem começa, eles rumam para um destino escolhido por Camrym, só que sem mapa qualquer. Eles apenas seguem sua intuição, escolhendo as estradas para as quais ir, passando por lugares diferentes, dormindo em hoteis de beira de estrada.. Tudo o que um dia eu queria fazer nos EUA. Acho que esse foi um dos motivos por eu ter amado TANTO essa estória.

“It’s my future and my life and I can’t make myself live the way someone else wants me to.” 

O sentimento entre o casal cresce aos poucos, sem pressa, assim como também vai crescendo a confiançaentre eles, fazendo com que compartilhem seus medos, fraquezas e segredos, criando um “mistério” que prende o leitor e faz com que ele sinta de tudo um pouco.

Muitas coisas diferentes acontecem com eles e entre eles, o que faz com que o clima aumente entre os dois. Junto com o crescimento do sentimento entre Andrew e Camrym, há também uma poderosa tensão sexual que faz com que eles se sintam cada vez mais atraídos um pelo o outro, algo arrebatador mesmo.

A estória de Camrym e Andrew é linda e faz com que você queira que o livro não tenha fim. Ela é uma garota que muitas outras desejam ser, daquelas decididas e com um enorme desejo de liberdade. Ele é um fofo, daqueles que se importa, protege e que só quer viver o que a vida tem de melhor. Depois de toda a aventura que eles passam juntos e toda a curiosidade e vontade de fazer algo parecido com o que eles fizeram que a autora desperta no leitor, ela ainda consegue fechar o livro com chave de ouro (que final, meu Deus!).

“The Heart always wins out over the mind, The heart, although reckless and suicidal and masochist all on its own, always gets it way. The mind may be what’s best, but I don’t give a shit what my mind is telling me anymore. Right now, I want to live in the moment.” 

A narrativa possui uma ótima fluidez e é um livro que você fica com vontade de marcar cada frase. Com certeza um dos melhores livros que já li e com uma estória totalmente original. A química entre o casal é simplesmente encantadora. Você fica querendo poder viver cada capítulo. 

PS. Às vezes eu acho que esse livro deveria ser classificado para maiores de 18 anos, porque tem umas cenaaas… HOT, HOT, HOT! 😡

Nível do inglês: Fácil/Médio
Gênero: New Adult