JUST THE WAY YOU ARE – BARBARA FREETHY

Nome: Just The Way You Are
Autora: Barbara Freethy
Páginas: 674
Classificação: 4.5/5

Versão Digital

Alli MacGuire, always the tagalong sister, seduced Sam Tucker, the boyfriend of her older and more beautiful sister Tessa, and became pregnant. After watching her husband pine for years for Tessa, the strong-willed and perpetually jealous Alli makes the painful decision to divorce Sam, determined that she and her daughter will have it allDor nothing. When Alli’s beloved grandmother, Phoebe, suffers a stroke, Tessa, now a famous supermodel, returns to Tucker’s Landing for the first time in 10 years, resurrecting old loves and forcing reexaminations of new relationships. A pearl necklace Phoebe and her long deceased husband started many years ago that has always represented their love for each other becomes the catalyst for repairing the damaged relationship between Tessa and Alli. Even if she must force them, Phoebe wants her granddaughtersDtogetherDto find the last pearl that will complete the necklace and bring closure, finally, to the hurt of the past. Admittedly Alli’s not entirely likable, but even Tessa comes to recognize her sister’s good qualities, and the reader winds up rooting for Alli, Sam and their marriage.

Vou começar dizendo que esse livro foi um dos mais lindos que já li. Ele foi recomendado por uma amiga enquanto eu estava no EUA e, vendo a empolgação dela, resolvi comprar o ebook o mais rápido possível.

Alli e Tessa são irmãs e sempre foram muito próximas. Elas compartilhavam tudo, eram melhores amigas. Não conseguiam ficar longe uma da outra. Estavam sempre juntas, principalmente depois da morte dos seus pais.

O problema é que Alli sempre quis ser que nem Tessa. Sempre achou que ela era a mais bonita, a mais mimada e sempre quis ter tudo o que Tessa também queria. Até mesmo seu namorado, Sam. Ele foi o amor de infância de Tessa e eram super apaixonados, até que um dia, Alli tirou vantagem de um dia em que ele ficou bêbado, seduziu-o e acabaram indo pra cama.

Resultado disso: separação de Sam e Tessa e a geração de uma criança. Megan, o fruto daquela noite entre Alli e Sam, nasceu. Com isso, Sam pediu Alli em casamento, pois não queria deixar nem ela nem sua filha desamparadas.

Simultaneamente, conhecemos a história de Phoebe, avó de Alli e Megan. Quando jovem, ela teve um casamento arranjado com John, mas que acabou se tornando amor verdadeiro. Ela sempre foi uma mulher enérgica e de bem com a vida, mesmo depois da morte do marido. Sempre soube que ele estava ao lado dela. Ela tinha um colar com 4 pérolas cujas quais cada uma simbolizava 10 anos de casamento entre ela e John, mas ainda faltava uma última pérola, para marcar os 50 anos de casamento. Era algo que representava o amor entre eles.

“- I can’t die yet, honey. I haven’t finished counting the stars. And don’t you know, my darling girl, that you will never be alone, because there is always love, and love lives forever.”

“- Eu não posso morrer ainda, meu bem. Eu não terminei de contar as estrelas. E você não sabe, minha querida menina, que você nunca estará sozinha, porque sempre existe amor, e o amor vive para sempre.”

– Phoebe

Anos se passaram e a vida de todos eles mudaram. Alli e Sam continuavam casados, cuidando da filha, mas o casamento deles não ia muito bem, pois todo dia mais ela via que seu amor por Sam não era correspondido, principalmente por ter certeza de que ele ainda amava sua irmã; em contrapartida, Tessa, como sempre sonhou, virou uma modelo super reconhecida. Ela deixara a pequena cidade depois que soube o que Alli tinha feito com Sam e resolveu ir atrás do que ela sempre quis.

Um dia, porém, ambas Alli e Tessa receberam um péssima notícia: Phoebe tinha sofrido um ataque cardíaco e os médicos estavam fazendo de tudo para minimizar os danos. Tessa voou de volta à Tucker’s Landing, depois de muitos anos longe, por causa da sua falta de coragem em encarar o passado.

E é a partir daí que a história começa. Com o retorno de Tessa, todos têm que enfrentar as desavenças do passado, tanto Alli quanto Sam. E graças à Phoebe e à necessidade de completar o colar, os três terão que encarar o passado e, juntos, descubrir mais sobre eles mesmos e sobre o que eles realmente querem.

A autora tem uma narrativa muito boa, de modo que lhe prende à leitura até o final. O inglês do livro é fácil e fluído. As personagens foram super bem caracterizadas e cada um tinha particularidade que me encantou, até mesmo aquelas personagens secundárias, como Jimmy, amigo de Tessa, Megan, a filha fofa de Alli e Sam, e William, um homem que sempre foi apaixonado por Phoebe (aliás, uma das minhas personagens favoritas).

Para complementar, Phoebe é encantadora e admirável. Ela é aquela mulher que é e sempre será de um homem só para o resto da vida. Conheci uma mulher que era assim, também, e isso sim, a meu ver, é o chamado amor verdadeiro. Aquele que a morte não separa mesmo.

Não vou me estender mais, pois a resenha já ficou bastante grande. Só quero que saibam que foi uma leitura tocante para mim. Enfim, leitura leve, linda e recomendadíssima!

Aliás, a Editora Novo Conceito lançou recentemente um dos best-sellers da autora, o livro Tudo O Que Ela Sempre Quis. Para mais informações, clique aqui.

Sobre a autora:

Barbara Freethy é autora best-seller de 30 romances. Em 2011, ela começou a publicar, por conta própria, seus livros e vendeu 1.5 milhões de livros. Nove de seus livros apareceram na lista de best-sellers do USA Today por 41 semanas e muitos deles apareceram, também, na lista do The New York Times.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *