MONSTER HIGH – LISI HARRISON

Nome: Monster High
Autora: Lisi Harrison
Páginas: 383
Editora: iD
Classificação: 3.5/5

Este é o primeiro livro de uma nova série, em que a High School (ou ensino médio, para nós) é vista de uma maneira diferente: os “monstros” e os chamados “freaks” também querem ser populares, namorar e ter seu lugar garantido no mundo dos normais, ou “normies”.


Salem não é uma cidade igual às outras: no meio dos humanos (normies) vivem os Irados, monstros que se disfarçam para poderem ter uma vida normal e não causar nenhum tipo de pânico nas pessoas, como acontecia antigamente.

E é nessa cidade que Frankie Stein, uma Irada que foi construída em laboratório há apenas 15 dias pelo seu pai e é neta do famoso Frankiestein. Com quinze anos de idade, ela foi criada já com todas as informações necessárias para se viver no mundo dos adolescentes, desde Justin Bieber até as tendências da moda. Com a pele verde-menta e eletrizante (literalmente), Frankie nunca quis ter que se disfarçar para viver no mundo dos normies, mas ela vai descobrir que a situação é mais complicada do que parece.
Simultaneamente uma outra história acontece. Melody, uma normie que está se mudando de Bervely Hills para Salem com seus pais e sua irmã patricinha, terá que se adaptar a uma nova cidade e a uma nova escola. Ela não teve uma boa experiência em sua outra escola com relação à sua aparência e ela não se sente muito confiante. É com essa baixa-estima que ela vai perceber que existem pessoas que olham além do que parece ser.
Várias situações diferentes, algumas até engraçadas, começam a acontecer com as personagens. Enquanto Frankie tenta convencer os Irados de que eles precisam se mostrar para o mundo do jeito que são, Melody tenta lidar com seu namorado Jackson, um nerdgato que é um pouquinho diferente dos outros garotos.
Com os capítulos alternados entre Frankie e Melody, Monster High tem uma história bastante original e acaba se tornando um bom passatempo. Confesso que não estava muito animada pra ler esse livro. Achei o começo um pouco chato, mas num é que depois ficou bem legal? Tirando pequenas partes em que eu faltava não agüentar com a “patricite aguda” de algumas meninas, o livro tem uma história bem fofa. Tanto é que o final me deixou apreensiva. Não imaginei que terminaria daquele jeito. Recomendo para quem gosta de livros voltados para o público teen, onde pode se encontrar de tudo um pouco do mundo dos adolescentes.

Sobre a Autora

Quando vivia em Nova York, Lisi Harrison trabalhava na MTV, criando e desenvolvendo shows. Vivendo em Laguna Beach, Califórnia, ela também está trabalhando no volume final da série ALFAS, que também está sendo publicada pela iD Editora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *